Como funciona o Drawback

São elegíveis para utilizar o Regime Aduaneiro Especial de Drawback as empresas que importam matéria-prima e as submetem a um processo de industrialização, cujo destino dos produtos finais seja a exportação.

Empresas que não utilizam Drawback:

Estando enquadradas neste perfil, para as empresas que ainda não utilizam o benefício, em primeiro lugar, vale a pena analisar as operações de importação e exportação realizadas nos últimos 24 meses para avaliar se existe potencial financeiro a ser reavido por meio do pleito de um Ato Concessório de Drawback Isenção. Por desconhecimento, muitas empresas acabam perdendo oportunidades de recuperação de tributos. É importante analisar ainda o fluxo das operações de comércio exterior da empresa, para verificar a viabilidade de explorar outras modalidades e tipos de Drawback.

Empresas que utilizam Drawback:

Para as indústrias que já se beneficiam do Drawback, é válido realizar levantamentos periódicos para entender se o potencial de ganho por meio deste regime aduaneiro especial vem sendo aproveitado em sua totalidade. É bastante comum a identificação de maior potencial de ganho em uma análise mais aprofundada dos processos de Drawback das empresas, seja nos Atos Concessórios vigentes, ou na possibilidade de implementar outras modalidades e tipos de Drawback em paralelo.

Seja qual for a situação da sua empresa, a SL2 Consultoria pode te ajudar a mapear as melhores oportunidades em Drawback.

Passo a passo do nosso trabalho:

1 – Diagnóstico

Analisamos as operações de importação e exportação da sua empresa de forma completa e, com base em informações adicionais como a área de atuação da sua indústria e processos de trabalho internos, sugerimos as estratégias e soluções em Drawback que trarão o máximo aproveitamento deste benefício para sua empresa.

2 – Planejamento

Definidas as estratégias mais adequadas para a sua empresa, prestamos todo suporte no planejamento dos Atos Concessórios de Drawback antes da etapa de elaboração do pleito nos sistemas de Drawback. Desta forma, garantimos organização e confiabilidade das informações imputadas e agilidade na aprovação dos Atos Concessórios pelos órgãos regulamentadores.

3 – Implementação

Uma vez deferidos os Atos Concessórios de Drawback, oferecemos as orientações necessárias à equipe responsável ou a um focal point indicado pela empresa para implementar a utilização do benefício de maneira ágil e adequada.

4 – Gestão

Elaboramos relatórios periódicos de acordo com as necessidades de cada empresa para controle de utilização dos Atos Concessórios de Drawback. Apresentamos ainda análises com indicadores visando a eficiência no aproveitamento do benefício e insights para promover melhorias tanto no fluxo das operações quanto em avanços relacionados a economia financeira.